A regra dos 180 graus para enquadramentos

Regra dos 180º? Hã?

Se você está entrando agora no universo audiovisual e está aprendendo termos e técnicas de filmagem, já deve ter ouvido falar na famosa regra dos 180º de enquadramento. Mas o que é essa técnica e para que serve? Vamos ver agora!

O que é a regra dos 180º?

É uma forma de estabelecer uma linha de ação imaginária entre objetos ou atores ou um caminho a seguir em caso de cenas em movimento.

Para que serve a regra dos 180º?

Ela ajuda a localizar o telespectador no sentido geográfico, além de orientar os atores ou a ação em si.

Como funciona?

Vamos pegar como exemplo um diálogo entre dois atores. A tal linha imaginária é traçada de um extremo ao outro da cena, conectando os dois atores e formando um ângulo de 180º. As câmeras, então, devem ser posicionadas de um dos lados da linha e não devem ultrapassá-la.

Repare a imagem abaixo. A linha de ação imaginária foi traçada entre os dois atores e as câmeras foram posicionadas de um dos lados dela (1, 2 e 3). Perceba que, tanto na câmera 1, quanto na 2 ou na 3, a menina sempre aparece do lado esquerdo do menino. Isso situa o telespectador, ele sabe onde esses personagens estão em todos os momentos.

Preste atenção na câmera posicionada acima da linha de ação. Nela, a menina aparece do lado direito. Agora, imagine uma cena que contenha vários cortes dessas 4 imagens. Isso não vai confundir quem está assistindo? Afinal, onde estão os personagens? Porque estão cada hora de um lado?

regra dos 180 graus

Respeitando a regra doa 180º, qualquer cena ou corte feitos em qualquer ângulo ficará coerente e não deixará o telespectador confuso ou desorientado.

No caso de uma cena em movimento, seja ou carro na estrada ou um ator andando, a linha imaginária pode ser traçada entre o objeto e a própria câmera. Essa estratégia permite, depois, gravar de ambos os lados da linha sem causar confusão em quem está assistindo.

Receba nossos artigos!
Nós respeitamos sua privacidade.