Por que fazer vídeos de treinamento para sua equipe

Vantagens e dicas para fazer vídeos de treinamento que proporcionam melhor aproveitamento

Fazer vídeos de treinamento está se tornando uma estratégia cada vez mais comum no mundo corporativo. Aqueles treinamentos presenciais que dão um grande trabalho para organizar, têm um custo elevado e tomam horas úteis de colaboradores e supervisores são coisa do passado. Veja as principais vantagens e dicas para produzir vídeos de treinamento de qualidade e muito mais funcionais:

Principais vantagens:

  • Menos custos

Além do custo das horas dos colaboradores e supervisores que estão participando do treinamento presencial, muitas vezes é preciso locar espaço, arcar com despesas de transporte, contratar um treinador, fornecer água e lanches, etc. Vídeos podem ser assistidos a qualquer momento e em qualquer lugar e repassados quantas vezes forem necessárias.

  • Efetividade

Para compensar o tempo e custos de organizar um treinamento presencial, muitas empresas aproveitam para passar a maior quantidade de conteúdo possível. Entretanto, após algumas horas as pessoas já não conseguem prestar atenção e não absorvem tudo o que era esperado. Com vídeos, é possível dividir melhor os assuntos abordados e o próprio colaborador pode assistir da maneira que seja mais eficiente para ele, com pausas e intervalos que possibilitem que ele preste 100% de atenção.

  • Linearidade

Com vídeos de treinamento você garante que todos os colaboradores receberão exatamente o mesmo conteúdo e da mesma maneira, seja hoje ou daqui um ano.

  • Atratividade

Ao fazer vídeos de treinamento é possível colocar animação, músicas, efeitos visuais e outros recursos pra deixar o conteúdo mais dinâmico e interessante.

Dicas para produzir um bom vídeo de treinamento:

  • Pense qual é o principal objetivo do treinamento e mantenha ele sempre em foco. Assim você não se desvia – e nem desvia a atenção do público – do que é realmente importante.
  • Procure sempre ensinar alguma coisa. O colaborador precisar terminar o vídeo de treinamento com a sensação de que aqueles minutos despendidos ali foram enriquecedores e não apenas para “encher linguiça”.
  • Mensagens motivacionais podem ser deixadas para outro momento para não atrapalhar a absorção daquele conteúdo.
  • Converse com seu espectador em primeira pessoa. Isso torna o vídeo mais pessoal e cria proximidade, incitando o interesse pelo que está sendo apresentado.
  • Estruture um roteiro que tenha bem definidos início, meio e fim:
    1. Apresente o objetivo do vídeo logo nos primeiros segundos.
    2. De forma breve e clara, conte uma história, mostre um problema a ser solucionado e dê exemplos. Isso vai despertar a curiosidade do espectador pelo que virá pela frente.
    3. Durante o desenvolvimento do vídeo, desenrole a história apresentada no início de forma lógica e linear para não confundir.
    4. Conclua de maneira objetiva e apresente canais de comunicação onde o colaborador possa tirar dúvidas e dar sugestões.
  • Não seja repetitivo. Uma informação dita muitas vezes ao longo do vídeo vai tornando o conteúdo maçante e desinteressante.
  • Cuide da edição e captação de áudio e imagem. Ninguém se sente interessado em assistir a um vídeo onde o som está baixo, a luz é fraca e o cenário desvia a atenção por algum motivo. Cuide do que será apresentado aos seus colaboradores.
Receba nossos artigos!
Nós respeitamos sua privacidade.