Mídia em elevador – Dicas para tirar o melhor proveito da estratégia

Com o crescente uso das mídias digitais, acreditava-se até pouco tempo atrás, que o maior ativo publicitário era o engajamento das pessoas com as marcas através de métricas digitais como like, share, comentários, cliques e etc. Depois, essa ideia avançou em termos práticos e o alcance dos meios – sempre foi – passou a ganhar importância também sobre esse ponto. Mas agora, o maior ativo que um anunciante pode ter de seus consumidores em termos de publicidade é a ATENÇÃO!

Com as milhares de ofertas de conteúdo em milhares de meios (Internet, TV, radio, outdoors), as pessoas ficam confusas para onde olhar e em que prestar atenção.

É aí que entram os elevadores. Você entra, dependendo de pra qual andar você vai, vai levar alguns segundos até subir ou descer tudo. Se o elevador levar em média 2 segundos por andar, isso já é o dobro do tempo que uma pessoa leva para ver um post no Instagram, por exemplo (aproximadamente 1 segundo). Ou seja, se subir 10 andares, são 20 segundos de exposição, que é um tempo razoável de exposição à publicidade.

A vantagem é que no elevador você não tem muitas opções de olhar para outros lugares porque é capaz de cruzar olhares com desconhecidos e nem todo mundo fica confortável com isso.

Agora, olhando isso como negócio, aquelas TVs nos elevadores que mostram conteúdo como o placar dos últimos jogos, a temperatura, últimas notícias e… propaganda. São uma opção e tanto para quem quer ter seu produto conhecido.

O primeiro ponto é a segmentação. São milhões de pessoas que andam de elevador todos os dias. De acordo com o prédio, é possível saber exatamente quem anda lá. Por exemplo, prédios comerciais de grandes empresas. No mínimo, a faixa de renda já é possível de ser estimada. Prédios residenciais que também podem variar de público de acordo com a região onde estão.

A geolocalização, neste caso, é uma grande vantagem. É possível direcionar a mensagem certinho para quem você quer atingir. Por exemplo, se tiver um restaurante na região de Moema, em São Paulo, anunciar em elevadores de prédios de alta renda pode trazer excelentes resultados.

Outro ponto importante a se levar em consideração é a mensagem em si. Lembre-se que você tem poucos segundos para entregar sua mensagem. Ela deve ser direta, curta, criativa, interessante e em vídeo! Vídeo não é uma particularidade dos meios digitais. Lá rola só um reflexo. As pessoas amam movimento. Ficam curiosas. E isso vale pra tudo: TV, Cinema, digital, elevadores, tudo. Outro ponto é que a peça deve ser pensada sem som. Ela deve ser capaz de traduzir tudo apenas com imagens.

Outra possibilidade a ser explorada em elevadores é a ideia de que ele em si é um espaço de propaganda. As portas que abrem e fecham, o fundo do elevador, o teto. Tudo pode ser usado e bem aproveitado na mão dos criativos!

Dá uma olhadinha em alguns exemplos muito criativos:

mídia em elevador Superman

mídia em elevador Coca-Cola

mídia em elevador tubarão

mídia em elevador Deus

mídia em elevador Deus 2

E você, como tem pensado em explorar vídeos para mídias em elevador? Vamos conversar?

Receba nossos artigos!
Nós respeitamos sua privacidade.