Dicas de marketing para startups

Falar sobre marketing para startups é quase como falar sobre para onde a coisa toda está indo.

Palavras como prototipar, testar, errar rápido e aprender vão aparecer algumas vezes no processo.

Poderíamos dizer que o marketing mudou muito nos últimos anos, mas o mundo mudou muito nos últimos anos. E, para criar relações com essas pessoas nesse mundo de hoje, a estratégia precisa ser diferente.

Ok, mas diferente como? Não sabemos. Ninguém sabe. Alguns chutam, até acertam, mas ninguém sabe direito. É aí que entra o espaço pra testar e aprender.

Qual a melhor maneira de falar da sua empresa de forma que ela se conecte com esses novos consumidores? Na verdade eles nem sabem que são novos, porque são as mesmas pessoas com hábitos e padrões diferentes do que tinham no passado. Então a ideia é aprender junto.

Estudar o público, entender seus novos padrões. Levantar hipóteses para testar.

Entender bem as novas ferramentas também é fundamental. Por exemplo, vídeos no Instagram são incríveis, mas o tempo médio de scroll entre um post e outro é de apenas 0,8 segundos, ou seja, esse vídeo deve chamar a atenção logo nos primeiros segundos pra manter as pessoas paradas na frente dele. Outro ponto é que o modelo de negócios do Instagram não cobra por espaço de tela ocupado, ou seja, um vídeo wide, que ocupa menos espaço na tela e um vertical que ocupa mais espaço na tela tem o mesmo custo – qual você preferiria?

Esse entendimento das ferramentas faz total diferença na hora de tomar decisões.

Ter clareza de onde quer chegar e estabelecer dados que te digam se está no caminho correto é como a coisa toda começa e termina.

Hoje está fácil coletar dados, difícil é entender o que eles querem dizer. Mas com a clareza de onde você quer chegar, seja em faturamento, engajamento com seus clientes, engajamento com não clientes, ou qualquer outra coisa, te dá clareza do que medir. Para tudo existe um dado.

Não se deixe levar pelas métricas de vaidade, guie-se melas métricas que realmente movem seu negócio. Ao mesmo tempo que não vale se frustrar com números menores do que você esperava. Mais perigoso que fracassar é não saber o porquê.

A cultura também é outro tema para se preocupar. Às vezes, o marketing interno é mais importante que o externo. Motivar os colaboradores a construir um produto melhor pode ser a melhor estratégia de marketing para sua startup.

A transparência também é um ponto no marketing muito necessário para startups. O consumidor quer saber de onde vieram seus produtos, o impacto que eles tem no ambiente, para as pessoas, para os animais, etc. Ser transparente te previne, ou pelo menos amortece, alguns impactos quando as coisas não vão tão bem.

É uma forma diferente, mas muito interessante. É um marketing vivo, dinâmico, que usa da tecnologia, mas não é somente sobre ela. É sobre pessoas em um novo ecossistema.

E lembra do vídeo que funciona bem para o Instagram ou para motivar os funcionários? Nós podemos te ajudar com eles e com muitos outros. 😉

Receba nossos artigos!
Nós respeitamos sua privacidade.