Ângulos de captação de imagens: como inovar

Existem centenas de milhares de vídeos rodando por essa internet. E como fazer o seu se tornar atraente, profissional e com um toque único de personalidade?

Mudando a posição ou o ângulo da câmera, é possível captar cenas de diversas maneiras e transmitir sentimentos e sensações diferentes ao seu telespectador. Nesse post, você vai conhecer os ângulos de filmagens mais comuns e também os mais inovadores que podem criar efeitos incríveis no seu vídeo!

Posição da câmera

Existem três principais formas de posicionar a câmera em relação ao personagem. A mais clássica é a normal, que enquadra o rosto de frente em primeiro plano e na altura dos olhos. É a maneira mais neutra de captar uma imagem e pode ser aplicada para diversas situações.

Outro modo bastante usado é a plongée, que é quando se filma o personagem de cima em relação à altura dos seus olhos. Essa posição é ideal para transmitir a sensação de vulnerabilidade e inferioridade do personagem. Já o contra plongée filma a pessoa de baixo para cima, engrandecendo o personagem e dando a impressão de poder e domínio. Um dos expoentes do cinema mundial que faz um uso preciso dessa posição é Quentin Tarantino. Em muitos se seus filmes, ele sabiamente criou a sensação de triunfo e superioridade de seus personagens filmando-os de baixo para cima.

Ângulos de filmagem

O mais comum é o ângulo frontal, que capta o personagem de frente ou de costas para a câmera. Esse ângulo é ideal para aproximar a pessoa do telespectador e passa a ideia de primeira pessoa, trazendo muito mais intimidade para a cena. É a melhor forma de explorar os sentimentos e expressões de quem está sendo filmado.

Uma das produções mais marcantes com esse recurso dos últimos tempos é o seriado House of Cards, da Netflix, onde o personagem Francis Underwood cria uma relação de intimidade e conversa direta com o público ao falar olhando para a lente da câmera.

Já o ângulo de perfil capta o rosto do personagem de lado. É um recurso mais restrito e, justamente por isso, pode ser usado misturado com outros ângulos para criar dinamismo e transmitir sensações e sentimentos diferentes nos telespectadores.

Outro ângulo tradicional de filmagem é o 3/4, que seria uma posição entre o frontal e o perfil. Nesse caso, é como se o personagem estivesse olhando para o horizonte.

Já os vídeos em 360º são um formato mais inovador e que tem feito bastante sucesso entre os usuários de aplicativos e plataformas de vídeo, já que o telespectador consegue ter uma visão completa do ambiente. A câmera é como se fosse os olhos do personagem, que consegue enxergar tudo a sua volta. Para que um vídeo em 360º fique bacana, é importante não mover a câmera muito rápido para que quem está assistindo consiga apreciar todos os lados e não cause tontura! Também é fundamental que a captação seja feita na altura dos olhos do personagem, nem um pouco acima, nem um pouco abaixo.

Uma febre nos últimos tempos, os drones chegaram com tudo no mercado e começamos a nos acostumar a ver cenas incríveis filmadas das alturas. Por meio do equipamento, o telespectador consegue ver a dimensão de uma grande cidade, a pequenez de um barco em meio ao oceano, a localização geográfica de um ponto específico, etc. Fazer vídeos com drones deixa o conteúdo muito mais rico e esteticamente bonito, pois produz imagens lindas.

Outra maneira de mostrar um pouco mais do ambiente é com o uso das lentes fisheye, que é uma super grande angular e imita a visão de uma peixe. Essas lentes deixam a imagem com uma curvatura mais acentuada, que gera um efeito super interessante especialmente em paisagens, onde parece que o horizonte possui uma curvatura exagerada da Terra.

Agora que você já sabe quais são os ângulos mais utilizados e os mais diferentes nas filmagens, que tal inovar e deixar seus vídeos mais inovadores?

Receba nossos artigos!
Nós respeitamos sua privacidade.